Em muitos momentos históricos, a arquitetura, as artes de um modo geral, foi marcado por uma necessidade de mudanças, mudanças de comportamento, mudanças no jeito de se expressar, de morar e trabalhar.

Hoje estamos enfrentando mudanças pelo mundo, o mundo é pequeno e não sabemos o certo o que poderá acontecer.

O fato é que algumas mudanças já estão acontecendo e acredito que muitas outras virão.

Algumas mudanças já estavam ocorrendo. A meu ver uma tentativa de desacelerar, nesse mundo tecnológico, frenético com tantas demandas. A criança nasce e já enfrenta uma agenda cheia de tarefas, balé, judô, inglês, patinação, música, terapia, escola entre outras e ficam tão ocupados quanto os pais que precisam do tempo para poderem trabalhar.

A velocidade da informação, a velocidade do mundo, as tecnologias vão estar cada dia mais eficientes, mais velozes. Acelerando nossas vidas. Talvez fosse o momento. O mundo precisa mudar. As pessoas precisam mudar. O que de fato importa? O que tem sido esquecido? Abandonado?

E na rotina frenética do dia a dia, não percebemos os dias passarem. Dias passam, semanas passam, anos passam robotizando nossas vidas. Quando percebemos já não temos mais 30 anos, não temos mais 40, 50…

Acredito que o mundo precisava parar. O universo dá uma sacudida para a humanidade “acordar” Parar e respirar. Parar e olhar para a vida. Olhar em sua volta. O índice de poluição melhorou. Os córregos…. Bem o meu lado poético gostaria de acreditar que todos deveriam estar olhando mais para dentro de si, suas ações, comportamentos, o outro.

O que tem acontecido não é bem assim.

Mas sejamos otimistas. Ainda que em um número pequeno, algumas práticas já estavam começando a serem presentes nas residências. As plantas, o verde, entrando dentro de casa. Purificando os ares. O cultivo de ervas, temperos, para proporcionar o ato de cozinhar e receber mais agradável. O artesanato voltando e sendo valorizado, fazendo parte da decoração, com muita personalidade, de cada um.  

O fato de trabalhar em casa, para alguns antes opcional, agora com a necessidade de ficar em casa percebe-se que isso é muito possível e prático. Não tem engarrafamentos para enfrentar, tem mais liberdade de horário, entre outras coisas. Não é para todas profissões, mas é bem possível para muitas.

Começa-se a olhar mais para dentro de si. Administrar o tempo de maneira diferente. Ter práticas de exercícios, alongamentos, meditação. E isso faz perceber a casa com mais cuidado, com mais apuro. Faz começar a perceber o que pode mudar, o que incomoda. O que não está muito bom e pode melhorar.

Faz a necessidade de ajustes no layout, de criar espaços onde se possa trabalhar e junto o convívio do morar seja ambos plausíveis e agradáveis.

Faz também parar para observar e analisar o que é realmente é necessário para o conforto e bem estar. Logicamente quem tem um poder aquisitivo melhor vai valorizar um produto com valor agregado maior, já que estar em casa mais tempo será um prazer. E deve ser.

Outros vão adaptar, como podem, dentro de suas possibilidades. Para também ter o prazer e bem estar do viver.

Cada um do seu jeito, como eu sempre digo.

Sim teremos mudanças. Mudanças favorecidas pelas tecnologias e mudanças no comportamento de viver valorizando detalhes, valorizando o fazer, o conviver, o ser.

Se você não percebeu isso ainda, é hora de parar e refletir. Observar suas ações, observar o que impacta no outro. E as vezes o outro está bem ai do seu lado!

É momento de ser presente, consciente. Viver a vida.  E não apenas se deixar levar pelos dias e noites que acontecem no ciclo da vida. As tarefas diárias são importantes. Devem ser prazerosas. Mas será só isso?

Eu comecei a escrever e confesso que iria escrever sobre um projeto…. me empolguei com meus pensamentos…. Precisava falar isso, ou melhor, escrever, nesse momento onde muitos estão angustiados, com medo, a economia mundial está impactando vidas, as incertezas, mas como dizem, tudo passa. E tudo passará. Viver e a vida, sempre será um previlêgio.

Pense que sua casa é seu abrigo. é sua morada. faça ela ser confortável, agradável, prazerosa. Faça te dar prazer e bem estar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s