Sempre falo para meus alunos, o “start” de um projeto é uma das coisas mais importantes no processo, porque é ele quem vai balizar todo o processo, todas etapas de projeto e obra. É também  sem dúvida o ponto mais difícil.

lousa

Quando se começa a concepção  errada do projeto, toda a sequência fica em função desse inicio.

E quando me refiro ao início, são as primeiras ideias do projeto. Os primeiros traços, o aspecto formal, o partido que vai ter em função de um determinado programa.

Mas será que basta um programa de necessidade para se ter um projeto de sucesso, eficiente e funcional?

Será que uma cozinha por ter simplesmente um fogão, uma pia, uma geladeira já pode ser considerada como cozinha funcional?

Será que a resposta formal de uma cozinha para uma família pequena, um casal que trabalha fora o dia todo e faz suas refeições também fora é a mesma para uma família  maior que faz almoço todos os dias, ou que recebe amigos para almoçar  ou jantar em casa?

Ou uma sala, será a mesma para uma familia que curte assistir TV, e uma que aprecia um bom livro?

Citei ambientes, mas não poderia ter falado da edificação como o todo? Será que a resposta formal de uma casa urbana é a mesma de uma para uma montanha, ou uma praia?

Ou  ainda, a resposta formal será a mesma para um casal de idosos conservadores, e um casal jovem de roqueiros?

Bem já deu para perceber aqui nesse texto, o que quero de fato mostrar é o que baliza um projeto não é só a função que o ambiente vai exercer, e sim e principalmente quem vai utilizar.

Por isso o ínicio é muito importante. O incio deve ter informações sobre o usuário, o que faz, como é o dia a dia, O que gosta, o que não gosta. Como é sua personalidade,

E por isso o inico de um projeto se torna também o mais difícil principalmente sem conhecer a pessoa que vai utilizar o espaço.

É mais comum do que se imagina, o profissional faz um projeto, executa, fica lindo, mas para a pessoa existe algo que não lhe agrada. E ela mesma não consegue identificar exatamente o que é.

Muitas vezes o que acontece é que o projeto não foi pensado para a pessoa especificamente, e apenas foi solucionado para uma suposta função que poderia exercer.

E nesse caso a resposta formal não cria a conexão com a pessoa, com o usuário. Não tem a “cara” que ela gostaria que tivesse, não combina com seu jeito, seu estilo e sua personalidade.

Então a primeira coisa para um começo com sucesso de qualquer projeto é coletar dados, informações para que se construa um embasamento de como proceder com a resposta formal.

É preciso identificar o que a pessoa não gosta e o que gosta. O que lhe agrada e o que não lhe agrada.

Se gosta de um espaço mais amplo ou mais compacto. Se prefere grandes “janelas” ou não.

Se gosta do clássico ou prefere algo moderno. E nessa linha do moderno temos também os desdobramentos de outros estilos.

É preciso identificar se a pessoa é mais fechada, mais calma ou é mais agitada, elétrica.

E se no mesmo espaço, no mesmo ambiente são várias pessoas, ou mesmo um casal com gostos e personalidades diferentes? É possível atender a ambos.

E quando é comércio; Você pode estar se perguntando. Identificamos o publico. Se é mais jovem, mais velho, etc. conforme o tipo do comércio. Seja qual for, um restaurante, uma loja de roupa, o procedimento para a pesquisa do usuário deve ser  o mesmo.

Com um bom “inicio” a probabilidade assertiva é muito grande. O desenvolvimento das etapas fica bem direcionada, focada. A resposta formal fica coerente, agradável, e de tudo isso o mais importante, o usuário, cliente, fica feliz, satisfeito, e ainda pode virar amigo do profissional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s