Esse é um tipo de pergunta que sempre recebo.

Não é a mesma coisa?

A resposta é não. Não é a mesma coisa. São pedras naturais, porém com características diferentes.

Eu confesso que se pudesse não usar mais esses materiais eu não usaria.

A verdade é que a extração dessas pedras é extremamente agressiva para o meio natural. É uma verdadeira destruição da natureza. Mas enfim. Usamos ainda muito cimento e também sua extração não é nada ecológica.

Mas isso não é tópico para essa postagem.

As tradições são muito consolidadas e hábitos são repetidos por muitas gerações.

O uso das pedras é uma dessas tradições que vem de muitos séculos.

E quando se fala em reforma, principalmente de cozinha em primeiro lugar e reforma de banheiro, logo chega ao item das pedras para as bancadas.

O uso das pedras é mais comum ser encontrado nas bancadas, porém elas podem ser usadas como revestimento de piso e parede e também como parte de mobiliário.

Logicamente, a preferência por pedras em alguns locais vai ser influenciado pelo estilo do usuário.

Mas então, se mármore e granito são diferentes, como saber qual usar? E como reconhecer um e outro?

De um modo geral os granitos são mais resistentes. E os mármores são mais frágeis.

Seu aspecto visual e resistência, entre mármore e granito, diferem pela sua formação na natureza e pela sua composição química da rocha.

O mármore por ser mais frágil, com o passar do tempo, e uso, eles se tornam mais porosos, ficando mais frágeis e também manchados.

Com o tempo é comum aparecer pontos pretos devido a umidade e fungos que são formados devido as cavas de poros que ficam abertos. O que acontece nesse caso, devido a agressão de produtos químicos para limpezas, elas vão se tornando ainda mais frágeis e cada vez mais com poros mais abertos. O processo vai se repetindo agravando a cada dia.

Anteriormente era comum usar mármore na bancada de cozinha, hoje já se sabe que essa pedra não é resistente para esse uso.

Visualmente o granito apresenta um aspecto mais “pontilhado” e o mármore mais liso e com veios formando desenhos.

As variações de cores vão do branco, cinzas, amarelados, ocres, vermelho, marrom, alguns verdes e mais raro azul.

O valor de comércio varia muito conforme as características da pedra. Algumas são mais comuns, por isso são mais em conta.

Entre mármores e granitos também ocorrem diferenças de preços podendo chegar até 6 vezes mais caro.

E quanto ao uso, você pode usar ambos, em vários locais, mas se o local sofre mais “agressões”, são mais solicitados prefira o granito pela resistência e durabilidade.

Quanto ao acabamento, em geral nas bancadas, e alguns pisos internos é comum utilizar o acabamento polido. Além da facilidade de limpeza, apresentam um aspecto mais elegante e mais nobre.

Mas em muitos outros casos, o acabamento pode ser apicoado, flameado, jateado, bruto, semi-polido. Tudo vai depender do uso, do projeto e da intenção do aspecto visual.

Algumas pedras, em acabamento mais rústicos, podem receber produtos para melhorar a conservação e evitar acúmulos de sujeiras e fungos.

Consulte sempre um profissional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s